21 de ago de 2012

BILHÕES PARA OBRAS DO PAC

OBRAS DO PAC-1 FICARAM SÓ NA PROMESSA

postagem atualizada em 18/10/2014
A presidente deveria anunciar a conclusão das obras que ficaram para trás e não fazer novas promessas
Douglas Silva, morador
As promessas continuam em ritmo de eleição
Moradores da Rocinha estão saturados de promessas feitas, mês após mês que nunca foram cumpridas. É o caso de Eliane Oliveira que cansada de ser enganada, está investindo o que tem e o que não tem no Itanhangá, na Barra da Tijuca. Teve de abrir mão de sua casa em função das fictícias obras na área chamada Valão, um dos acessos para quem vai para a parte alta da favela. As melhorias que seriam feitas no PAC-1, foram transferidas qual uma novela fantasma para o PAC-2, e quem sabe, para um PAC-3. Eliane recebeu pouco mais de R$70 mil, quantia que só deu para comprar um terreno. Eliane é somente mais um caso, dos milhares de casos, que esperam pelas prometidas obras. Ela, de tanto esperar resolveu ir embora para recomeçar a vida em outro lugar.
Apesar das obras do PAC terem ficado somente na promessa, a presidente Dilma há muito tempo atrás, anunciou que as favelas da Rocinha, Jacarezinho e da Cachoeirinha irão ter uma injeção de cerca de R$2,66 bilhões para investimentos em diversas áreas. Dilma foi até a Rocinha, que vai levar a maior parte, mais de R$1,6 bilhões. Os moradores aguardam com ansiedade as melhorias prometidas e não cumpridas. As obras do PAC-1 iniciadas em 2008 foram interrompidas em 2011 sem que houvesse uma explicação plausível. A postagem feita na época mostra que as promessas foram apenas conversa fiada, o que já era esperado, afinal a maior parte delas foi feita pelo governador Sergio Cabral na inauguração de agencia do Banco do Brasil. Para um líder comunitário que não quis se identificar, "quase nada vai ser feito, é apenas um discurso vazio, que serve para enganar o povo". Uma das localidades onde nada foi feito foi a micro área "Roupa Suja" que fica logo na entrada da Rocinha, acima do túnel. É a área mais visível onde a policia não entra, apesar de uma creche que atende centenas de crianças, e onde tem ocorrido uma serie de tiroteios, o mais recente vitimando um turista alemão.
O governador Luiz Fernando Pezão aproveitando o clima de festa prometeu fazer o esperado teleférico, resolver de vez o problema de esgoto e fazer uma elevatória para levar água para os mais de cem mil moradores. Pezão, segundo um antigo morador que tem muito prestigio na localidade me confessou que o governador foi um frequentador da Rocinha, há anos atrás ia semanalmente ao Valão contatar lideranças comunitárias pedindo votos.


roupa suja espera urbanização prometida foto alcyr cavalcanti

Governador prometeu urbanizar a Rocinha e não cumpriu.
Sérgio Cabral em dezembro de 2011, na inauguração de uma agência do Banco do Brasil anunciou aos moradores da Rocinha que a presidente Dilma iria liberar R$700 milhões para as obras do PAC-2 no primeiro semestre de 2012. O então vice-governador Luiz Fernando Pezão disse que e o estado espera receber R$3,5 bilhões para a implantação das obras de saneamento, urbanização e sistema de transportes na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento. Parte desse montante seria destinado para abrir novas frentes de trabalho em várias localidades, principalmente Rocinha, Alemão e Manguinhos, que têm alto índice de desemprego.
Para Sérgio Cabral "O PAC será extremamente ousado. Vamos ter 100% de saneamento, de drenagem e de água.Teremos ainda o teleférico garantindo mobilidade à população e atração de negócios para a Rocinha. Ruas serão alargadas e construiremos novas habitações" afirmou.
O Caminho e o Largo do Boiadeiro serão urbanizados, está sendo prometida também a construção de um mercado público com três andares, além da construção de uma creche modelo. A principal obra prometida é a construção de um plano inclinado que ligará o tunel Zuzu Angel à Rua Um, prometida até o dezembro de 2012. A previsão é transportar mais de 3 mil pessoas por dia. O projeto inicial previa também a construção de outro plano inclinado, mas foi substituído por um teleférico, semelhante ao do Morro do Alemão. As obras seriam integradas ao Metro na Linha 4.
A reurbanização do Largo do Boiadeiro, e do Valão onde existe intenso comércio e também um ponto de encontro aos domingos,é um dos pontos principais,onde serão feitos um conjunto de obras de prevenção às enchentes e melhoria estética, tudo até o final de 2012.


Os moradores da "maior favela da América do Sul" estão divididos entre a esperança de que dias melhores hão de vir,apostando na firmeza e na retidão de caráter da presidente Dilma, e a desesperança de muitas promessas não cumpridas feitas por alguns espertalhões que só visitam a favela em época de eleição e só pensam em rapinar o nosso dinheiro, dinheiro de quem trabalha de sol a sol.

'roupa suja': a urbanização ainda não foi feita

Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna