29 de jul de 2013

O CALVÁRIO DOS PEREGRINOS

Papa Francisco nota dez, Cabral e Paes nota zero

Não vou me esconder. Tenho de estar perto das pessoas. Não sou um faraó.
Papa Francisco


Os milhares de jornalistas estrangeiros assistiram estupefatos à serie de erros grosseiros ocorridos durante a Jornada Mundial da Juventude. Um misto de incompetência e corrupção quase fizeram sucumbir um evento grandioso que só a presença do Sumo Pontífice e seu enorme carisma, aliado à alegria contagiante de milhões de peregrinos que conseguiram superar as dificuldades imensas que quase tornaram a JMJ um fracasso.

Cadê o "Padrão Fifa" foi a pergunta mais ouvida pelas autoridades perdidas sem saber o que fazer. O Campus Fidel em Guaratiba foi erguido em cima de terreno pantanoso, e com a chuvarada que castigou o mês de julho virou um imenso lodaçal. Apesar do prefeito ter declarado "que a chuva não era natural neste período" o Alerta Rio já havia previsto chuvas intensas durante o mês de julho. Os moradores da Zona Oeste que esperavam com ansiedade a visita do Papa que traria melhorias e obras de urbanização ficaram decepcionados. Ficou a suspeita (quase certeza) que foi mais um favorecimento envolvendo governantes com empresas do "rei dos ônibus" Jacob Barata. O deslocamento feito às pressas para Copacabana sacrificou milhões de peregrinos que tiveram de se deslocar, a maioria a pé graças ao precário sistema de transportes da cidade. A paralisação de mais de duas horas do Metro obrigando os passageiros a andar pelos trilhos foi algo indesculpável que somente a incúria dos governantes cariocas poderia proporcionar à imensa legião de fieis que ficaram imensamente decepcionados.

peregrinos enfrentam filas imensas na estação metro carioca

Para salvar a JMJ São Pedro o primeiro bispo de Roma atendeu às súplicas dos fiéis mediadas por Santa Clara, trazendo um pouco de sol e alegria para o ultimo dia da Jornada da Juventude levando quase três milhões de fieis para Copacabana. Fica um saldo positivo para o Papa Francisco e uma nota negativa para a série de desmandos que a indiferença de um governo que vai se afastando cada vez mais da imensa população de nosso estado. Nas ruas foi ouvida uma só voz: "Fora Cabral".

Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna