10 de mai de 2014

A COPA DO MUNDO NÃO É NOSSA

PRA FRENTE BRASIL, SALVE A SELEÇÃO??


Faltam pouco mais de trinta dias para o inicio do maior torneio de futebol do mundo, a Copa 2014, estamos preparados? Bilhões de dólares foram gastos, milhares de reuniões, acordos à plena luz e outros milhares por baixo dos panos, mas os problemas surgem dia após dia. A Copa partiu após uma sucessão de erros, de acordos mal explicados (ou sem explicação) e fruto de uma política rasteira onde prevaleceu o apetite voraz da "autoridades" envolvidas. Erros foram e têm sido muitos, mas o grande erro inicial foi a distribuição das sedes qual um bolo para satisfazer o apetite voraz da politicagem que só tem trazido mal ao Brasil. São oito chaves composta de quatro seleções em cada uma, no entanto foram construídos doze, quatro a mais do que o necessário, em nome do famigerado "arco de alianças" feito à maneira tupiniquim. A obsessão do "toma lá dá cá" contemplou lugares onde o futebol não é a suprema paixão, onde estádios pequenos vivem vazios, onde os clubes locais não têm nenhuma representatividade, onde Flamengo, Corinthians, Botafogo, enfim clubes do Rio e de São Paulo são os que atraem torcedores. Mesmo assim os estádios foram construídos para satisfazer alguns governadores, beneficiando apenas grandes empreiteiras, apesar de muitos deles provavelmente se transformarão em "elefantes brancos".


O secretário-geral da FIFA Jerome Valcke afirmou em entrevistas às agencias internacionais que não deveriam ter sido construídos doze estádios e sim menos estádios mais concentrados em algumas regiões, devido ás dimensões continentais do país e da falta de infraestrutura dos transportes. O atraso irresponsável nas obras em especial nas arenas da Copa e nos aeroportos além da precariedade dos sistema de transportes urbano vai transformar o que poderia ser um evento único em uma sucessão de problemas aumentando a revolta da imensa população que ainda vê o futebol como uma paixão nacional. Para Jerome Valcke em advertência aos torcedores que pretendem vir ao Brasil "Não apareçam pensando que o Brasil é a Alemanha. Não há trens´, você não pode dormir em seu automóvel, nem dormir na praia".

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna