29 de mai de 2015

CORRUPÇÃO NO FUTEBOL, A LAVANDERIA DA FIFA

CONGRESSO COMEÇA SOB AMEAÇA DE BOMBA
ELEIÇÃO DE BLATTER FICA AMEAÇADA E VAI PARA SEGUNDO TURNO
MANIFESTANTES TENTAM INVADIR
BLATTER TENTA SE REELEGER EM MEIO A UM TSUNAMI
LIBÉRATION COMPARA FIFA À "COSA NOSTRA"
josé maria marin vice presidente da cbf

A prisão de sete membros da FIFA inclusive do ex-presidente da CBF José Maria Marin abalou o Congresso da Federação Internacional de Futebol-FIFA na Suíça.
O Congresso está sendo realizado em Zurique na Suíça em meio a ameaças de atentados a bomba, tentativas de invasão e denúncias de corrupção envolvendo dirigentes que influenciam o futebol mundial. A policia fez uma varredura e não encontrou nenhum artefato explosivo. Em meio a denúncias e críticas que partem de todos os lados inclusive comparando a entidade que dita os rumos do "maior espetáculo da terra" à Máfia Italiana, o todo poderoso para muitos  ("chefão" para alguns) Joseph Sepp Blatter tenta o quinto mandarinato na direção da Federação Internacional de Futebol, que congrega 209 países em todos os continentes. Todos sem distinção passam a ser suspeitos, acusações de todos os lados, Marco Polo Del Nero, o todo poderoso presidente da CBF saiu pela porta dos fundos quando soube das prisões de sete dirigentes, entre eles seu vice presidente José Maria Marin. Na CBF o grupo ligado a Ricardo Teixeira ao qual ambos são ligados continua dando as cartas, Marco Polo era vice de Marin e hoje José Maria Marin é vice de Marco Polo Del Nero. Ricardo Teixeira que comandou a CBF após João Havelange estava há vários anos em Boca Ratton nos Estados Unidos e rapidamente fez suas malas e zarpou para o Brasil, segundo dizem por problemas familiares. Poucos acreditam.
Em meio a esse turbilhão o Congresso foi mantido, e a reeleição de Blatter pode estar garantida, embora com alguma dificuldade, pois a "máquina" de apoio está mantida. São 208 votos com mais de 600 delegados para decidir os destinos da FIFA com voto unitário assim distribuídos: África 54 votos, Europa (UEFA) 53 votos, Ásia 46 votos, América e América Central 35 votos, Oceania 11 votos e América do Sul 10 votos.
O vice-presidente David Gill garantiu que sairá da FIFA se Blatter for reeleito. Michel Platini pede votos para o candidato de oposição o príncipe da Jordânia Ali Hussein e disse que a situação de Blatter ficou insustentável, exige seu afastamento. Em meio a esse turbilhão a situação do conflito Israel X Palestina e suas seleções, que deveria ser a pauta do Congresso ficou para trás. O problema agora é a reeleição de Blatter.  O jornalista Andrew Jennings que investiga os negócios no futebol mostrados no livro "Jogo Sujo" acredita que o próximo a ser atingido é Joseph Blatter o todo poderoso presidente da FIFA.  Para Jennings a Cosa Nostra perto da FIFA é "negócio de crianças".
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna