24 de nov de 2015

BRASIL:ENSINO NOTA ZERO

CADÊ O MINISTRO DA EDUCAÇÃO ?
UERJ FECHA AS PORTAS PARA MAIS DE 23 MIL ESTUDANTES
PEZÃO MANDA FECHAR BIBLIOTECAS POR FALTA DE DINHEIRO
GOVERNO ESTADUAL DÁ CALOTE EM FORNECEDORES
O ensino no Brasil vai de mal a pior e o povo pergunta: Cadê o Ministro da Educação? Desde o ano de 2015 que imensa crise atormentava milhares de estudantes em todo o país. Veio 2016 e tudo que era ruim conseguiu piorar. O ano que ainda não começou, 2017 promete horizontes sombrios com a imensa crise que afeta a todos nós aliada ao descaso dos governantes. O slogan "Brasil Pátria Educadora" foi apenas uma peça de retórica, um discurso vazio que soa mais como tragédia do que como farsa. Por falta de pagamento duas bibliotecas são fechadas a da Avenida Presidente Vargas e Niterói, e as bibliotecas da Rocinha e Manguinhos devem fechar em breve.A Universidade Estadual do Rio de Janeiro-UERJ fecha suas portas para mais de 23 mil estudantes, além de 2.500 professores deixando alunos em total abandono.
 
O reitor Ricardo Vieiralves decretou há meses atrás  fechamento da universidade estadual,  no mínimo em uma semana, por falta de condições sanitárias. O diretor da Associação de Empresas que prestam serviços, José Alencar tenta convencer o governador Pezão a pagar pelo menos parte da dívida com fornecedores que já passa, segundo ele, dos R$90 milhões que foram declarados pelo governo.  O que causa espécie é a súbita decadência do Estado do Rio de Janeiro em um governo em total inadimplência. O governador Luiz Fernando Pezão declarou que o dinheiro para pagamento de funcionários está nas últimas e culpa a excessiva rigidez no processo que apura desvios de dinheiro na Petrobras. O escândalo do Petrolão tem atingido os cofres combalidos do estado que dependia diretamente dos royalties do petróleo na camada do pré-sal. Enquanto o ensino universitário vai afundando rapidamente sem nenhuma perspectiva a vista, o partido que domina a política do Rio de Janeiro fica reunido com um só pensamento: Salvar a candidatura Pedro Paulo. O secretário todo poderoso e amigo de fé e irmão camarada do mesmo grupo Cabral/Pezão/Paes com total beneplácito de Dilma é o virtual candidato à sucessão de Eduardo Paes embora seja tido como "espancador de mulher", em face das denúncias a que foi submetido. Para Pezão são apenas fofocas. Vale lembrar que por uma ironia do destino o tema do ENEM foi "Persistência da Violência Contra a Mulher na Sociedade Brasileira".
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna