19 de nov de 2015

O ROMBO DA PREVIDÊNCIA É UMA GRANDE FARSA

TEMER DESVIA VERBAS DA SAÚDE E DA EDUCAÇÃO PARA CONSEGUIR VOTOS PLANALTO COMEMORA ANTECIPADAMENTE A REFORMA COM DOSES DE DON PÉRIGNON ENQUANTO OS DESPOSSUÍDOS BEBEM CACHAÇA AMANSA CORNO
O DEFICIT É UMATREMENDA FARSA EXISTE UM SALDO DE R$ 450 BILHÕES
TEMER E MINISTROS RESOLVEM MEDIDAS PARA MASSACRE DE APOSENTADOS 
 ECONOMISTA AFIRMA QUE O ROMBO DA PREVIDÊNCIA É UMA FALÁCIA, MAS
O POBRE QUE SE ......EXPLODA
O   Palácio do Planalto já comemora a Reforma da Previdência Social antecipadamente, já sabe que a "base aliada" vai fazer tudo que foi combinado para massacrar aqueles que suaram a camisa anos e anos com salários minguados. Agora, depois da "vitória" conseguida na Reforma Trabalhista o presidente ameaçado de cassação,  para se manter distribui verbas destinadas à educação, saúde e segurança para cooptar opositores extremamente venais para ter votos necessários.
Apesar do propalado déficit da Previdência Social apregoado diariamente existe de fato um saldo de R$450 bilhões, mas Michel Temer continua  reunido com ministros e aliados em jantares opíparos, em ritmo de grande festa, regados à Don Pérignon e outras iguarias para decidir em definitivo o destino de milhões de aposentados que vão ficar cada vez mais pobres. Em uma "estratégia" chinfrim tudo  ficou para depois das eleições, para tentar eleger alguns confrades que só pensam em se arrumar. Milhões de trabalhadores antecipam pedido de aposentadoria, com medo de que as medidas impostas pelo FMI atinjam a todos e principalmente quém começou a dura jornada de trabalho quase na infância. Enquanto isso o ministro Henrique Meirelles seguindo à risca as ordens do Fundo Monetário Internacional ameaça reduzir o piso dos aposentados e total desvinculação do salário mínimo, medida que vai prejudicar milhões de aposentados que já estão na miséria, mas satisfazer os banqueiros internacionais e seus prepostos tupiniquins. O ex-interino Temer aplaude com sorriso de escárnio e fornece benesses aos aliados de ocasião. O alvo preferencial agora são os professores do ensino fundamental e médio, que além desde os anos de chumbo têm a profissão aviltada. Para piorar ainda mais Meirelles diz ter grande apoio, mas só se for de seu pequeno mas influente círculo de empresários, e ameaça ditar as regras para quem está hoje no mercado de trabalho. O "Rombo da Previdência" é uma grande falácia que parece uma grande "engenharia contábil" para encobrir R$ bilhões desviados por espertalhões da Previdência Social que governo após governo rapinam tudo que podem arruinando a previdência. A economista Denise Gentil critica e desmistifica os mitos que encobrem propositalmente a realidade da seguridade social em sua tese de doutorado "A Farsa da Crise da Seguridade Social no Brasil". Há ao invés de um déficit um excedente de recursos em torno de R$ 450 bilhões  no crescimento da Seguridade Social desviado para outros recursos. Milhões descontam religiosamente mês após mês e não utilizam, ou pouco utilizam os serviços durante os 35 ou 30 anos de desconto. Fica uma pergunta: "Onde foi parar o dinheiro". A presidente Dilma Roussef tentou e o provisório Michel Temer vai seguindo à risca as determinações do FMI, de seu ministro Henrique Meirelles e do atual representante dos bancos internacionais e vai aplicar mais um golpe em milhões de aposentados que veem seu salário minguar e suas despesas aumentarem bruscamente. O Planalto comemora a "vitória" tentada pelo governo Dilma e que vai ser imposta pelo governo Temer. Os caciques de Brasília, os mestres do "arco de alianças" comemoram com garrafas de Don Pérignon degustando caviar iraniano e os milhões de despossuídos enchem a cara com goles de Amansa Corno para esquecer os tempos sombrios. Enquanto a classe dominante festeja, milhões de aposentados sem dinheiro para comprar remédios morrem por falta de atendimento, em um verdadeiro genocídio.
Aposentado protesta foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved 
Agentes federais fazem operação para efetuar prisão de fraudadores da previdência social. Milhares de aposentadorias são suspeitas de serem fraudadas. Sem ter mais de onde tirar dinheiro e com a "Novela Petrobras" que parece não ter fim, onde alguns empresários ficam em prisões domiciliares que fazem lembrar a condenação do narcotraficante Pablo Escobar que criou presídio luxuoso em benefício próprio, a população estranha que os "cabeças" do assalto aos cofres públicos fiquem degustando suas iguarias enquanto o povão "bate palma pra maluco dançar". Há muitas décadas o bordão rombo da previdência é repetido como um mantra, e os aposentados é que pagam o pato. Sai um governo que se dizia socialista em benefício dos pobres, mas contradiz na prática o que pregou nos discursos de campanha, entra um governo que se intitula neoliberal e vai continuar tudo na mesma. O Fundo Monetário continua a ditar as regras, as barragens vão explodir contaminando os poucos recursos hídricos que ainda temos, o salário e as benesses dos acólitos do governo aumentam em progressão geométrica, mas volta aos nossos ouvidos a palavra de ordem: "Vamos Esmagar o Rombo da Previdência".
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna