5 de jan de 2016

CENTRO DO RIO:TERRITÓRIO SEM LEI

"ATLETAS DA FOME"ATERRORIZAM A CIDADE E TENTAM SUPERAR OBSTÁCULOS
TIROTEIO ASSUSTA PASSAGEIROS NA ESTAÇÃO CARIOCA DO METRÔ
ASSALTOS A QUALQUER HORA E DEPOIS DE 19H TOQUE DE RECOLHER
Em pleno Ano Olímpico a segurança da cidade do Rio de Janeiro é uma falácia, simplesmente não existe. Um passageiro que descia as escadarias do metrô no Largo da Carioca foi assaltado e baleado por um ladrão que roubou sua féria de R$ 400,00. Horas depois a Cinelândia ficou totalmente às escuras levando pânico ás pessoas que transitavam pela praça e ocupavam os inúmeros bares e restaurantes da região central.  Andar a pé no trecho que vai da Central do Brasil até o final da Avenida Rio Branco mesmo durante o dia, com um sol de 50 graus é um desafio que não aconselho nem a meu pior inimigo. Depois das 19h é pior do que a Faixa de Gaza, prevalece o toque de recolher, visto que a iluminação é tenebrosa, apesar da Rio Luz que só serve para dar emprego aos apadrinhados do prefeito. Assaltos em toda parte, a qualquer hora, na previsão de um triste legado que vai ser deixado a uma população sofrida que paga impostos escorchantes. Andar pelo Centro da cidade é uma aventura e uma corrida de obstáculos que rivaliza com os obstáculos que serão apresentados nas competições. A prefeitura da cidade deveria premiar com medalhas aos cidadãos que conseguem escapar da fúria dos assaltantes esfaimados. Um bando de "mortos de fome" arrancam cordões, anéis, relógios, celulares, enfim tudo que possa dar lucro para entregar aos "chefes" e poder comprar uma pedra de crack, um pouco de cola de sapateiro ou solvente para dar uma alegria efêmera de um "barato" que pode sair muito caro.
 
A policia como sempre diz que não pode fazer nada, ou como afirmou um policial "A gente prende e o juiz manda soltar". Tristes Trópicos.
Para piorar a situação e dificultar o trabalho de alguns policiais, as obras que espalham buracos por todo o centro impedem a perseguição aos assaltantes, que como autênticos atletas olímpicos da fome conseguem migalhas para alimentar o vício e espantar por alguns segundos a miséria a que foram condenados.
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna