24 de jul de 2016

FORÇAS ARMADAS INTENSIFICAM AÇÃO CONTRA TERRORISMO

EXPLOSÕES EM SÉRIE ASSUSTAM MORADORES DA TIJUCA E DO ESTÁCIO COMEÇOU A OPERAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS PARA SEGURANÇA DA OLIMPÍADA SUSPEITOS DE TERRORISMO SÃO PRESOS
Uma série de explosões às 13,50h de ontem, quinta feira, veio trazer pânico entre moradores da Tijuca e do Estácio, a poucos metros da Prefeitura e de um Centro de Imprensa para a Rio 2016. Segundo o Jornal O Dia teriam sido fogos de artifício soltados imprudentemente para comemorar a visita de um político. As Forças Armadas desde domingo passaram a ocupar vários pontos da cidade visando garantir a segurança para os Jogos Olímpicos que vão ser iniciados dia 05 de agosto. A segurança vai ser aumentada principalmente após os atentados ocorridos em vários países em especial na Promenade des Anglais, em Nice na Riviera Francesa, que vitimou 70 pessoas e feriu mais de 130, colocando em cheque os serviços de segurança de todo o mundo. A publicação de matéria no jornal francês Libération sobre a existência de uma célula do Estado Islâmico-ISIS no Brasil acendeu o alerta na segurança que prendeu 11 suspeitos de terrorismo e aumentou atividade dos Serviços de Inteligência na Operação Hashtag.  
 
 
O policiamento vai contar com o maior número de agentes jamais feito no Brasil. Serão mais de 67.000 agentes sob a coordenação do general Sergio Etchgoyen sendo 22 mil das Forças Armadas, com 5.550 em Deodoro, 1.740 no Maracanã, 2480 na Barra da Tijuca e 3.000 em Copacabana. Haverá também segurança no Aeroporto do Galeão e na Rede Ferroviária.

Várias ruas e avenidas foram interditadas e só vai ser permitido o acesso de moradores devidamente credenciados. O espaço aéreo também será monitorado e veículos aéreos não tripulados, drones poderão ser abatidos.

17 de jul de 2016

ROCINHA: PARAÍSO TROPICAL OU INFERNO ASTRAL? EXPOSIÇÃO MOSTRA A BELEZA E OS CONTRASTES DA ROCINHA

 EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA MOSTRA OS CONTRASTES DA "MAIOR FAVELA DA AMÉRICA DO SUL" COM IMAGENS DESDE 1987
"A Rocinha parece um vulcão adormecido, mas que pode explodir a qualquer momento".
                                                            Tio Lino, um morador
"Rocinha, quem bebe da tua água sempre vai voltar"
                                                     Jorge Mamão, um morador
Um dos maiores acervos fotográficos sobre a "Maior Favela da América do Sul" foi mostrada ao público em algumas ocasiões, mas como a localidade é extremamente  dinâmica e sofre constantes transformações procuro estar sempre atualizado em observar, analisar e registrar estas mudanças.  A Favela da Rocinha considerada bairro por decreto municipal fica situada entre dois bairros nobres, Gávea e São Conrado e não tem limites definidos com os dois. Cortada por uma única rua, a Estrada da Gávea tem uma população estimada entre 100 mil e 180 mil habitantes, conforme o interesse do pesquisador, distribuída entre seus 18 sub bairros com moradores de poder aquisitivo muito variado. Podemos encontrar desde uma "elite" de empresários a catadores de lixo,  pessoas que pedem esmolas ou sobrevivem de favores totalmente despossuídos, de academias de ginástica e de beleza a pontos de venda de drogas a varejo e de apontadores de jogo do bicho, que insistem a continuar com esse tipo de mercadorias.  A exposição fotográfica tem imagens desde 1987 no enterro da líder comunitária Maria Helena, passa pela "guerra" entre o jogo do bicho e
 o narcotráfico, o nascimento de uma escola de samba como uma forma de resolução de conflitos, as inúmeras invasões tanto por parte das forças policiais quanto das forças armadas, o Caso Amarildo e as obras do Programa de Aceleração do Crescimento-PAC.  Dentro de uma localidade urbana extremamente complexa sobrevivem as pessoas na convivência diuturna com inúmeros bandidos e como contraponto com milhares de heróis sem rosto que acreditam que melhores dias hão de vir, apesar das falsas promessas de políticos que aparecem somente em épocas de eleição. Parte do material exposto foi apresentado em 2011 na França no Seminário Mundial sobre Habitações Populares "Populaire Précaire" na École Nationale Supérieure d"Archicteture de Paris la Villette-ENSAPLV e também no Site  www.citego.info/.
Ressource: Rocinha. Rio de Janeiro.Brésil.  03/2014

Serviço: Rocinha: Paraíso Tropical ou Inferno Astral?  Museu da Justiça Rua Dom Manuel 29 Centro RJ. Visitação: Fica até  08/10/2016 de 10h às 18h. Sábado de 13h às 17h Entrada Franca 

10 de jul de 2016

JORNALISTA BRITÂNICO LANÇA LIVRO SOBRE CHEFE DO TRÁFICO NA ROCINHA

MISHA GLENNY DEPOIS DE LANÇAR "O DONO DO MORRO", LIVRO SOBRE NEM DA ROCINHA ESCREVE SOBRE HACKERS E CRIME CIBERNÉTICO
O jornalista e historiador britânico Misha Glenny depois de contar a história de Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, que chefiou o comércio da venda de drogas durante cinco anos, em seu livro "O Dono do Morro" partiu para desvendar  o mundo dos hackers. O novo livro de Glenny Dark Market, Cyber Thieves, Cybercops and You  faz um mergulho no submundo dos hackers e do crime cibernético.
Para o escritor "O Brasil é um país muito complexo, e no exterior existe uma visão estereotipada como um pais de Carnaval, Futebol, Samba", e procura mostrar nas mais de 350 páginas um pouco da complexidade de um país de dimensões continentais. É também um pouco da vida de um narcotraficante que reinou absoluto como dono das inúmeras bocas de fumo, atualmente em presídio de segurança desde 2011. É a história de uma pessoa  que subiu o morro como o trabalhador Antônio e desceu o morro como um bandido conhecido como Nem. A obra de Glenny é fruto de um exaustivo trabalho de campo através das centenas de becos e vielas da favela, de uma série de entrevistas com o personagem em prisão de segurança e de conversas e entrevistas com jornalistas, autoridades de segurança, moradores e pesquisadores da "Maior Favela da América do Sul".
Nem passou a ficar em muita evidência e passou a ser o inimigo público número um, a "Bola da Vez" depois do cerco policial feito ao Hotel Intercontinental em São Conrado para prender um grupo de narcotraficantes da Rocinha, inclusive Nem que vinham de um baile funk no Vidigal, também controlado por ele para a rede criminal ADA. Durante trajeto tiveram um encontro com policiais que resultou em intenso tiroteio e ficaram  entrincheirados no hotel. Fiz postagem do Cerco em São Conrado que parou a Zona Sul no Blog Outsider com o título "Tiroteio em São Conrado" em 08/2010. O resgate de reféns e a prisão de alguns membros foi feito após muita negociação. A Rocinha foi invadida pelas Forças Armadas em 2011 e encontra-se ocupada por uma UPP.
O autor esteve em Paraty na festa literária FLIP onde participou de uma mesa com o jornalista Caco Barcellos.

 Estive com Misha Glenny recentemente em uma livraria em Botafogo para conversarmos sobre a obra. Não o via desde uma entrevista que fez comigo para o seu livro há dois anos atrás. O livro faz uma abordagem não só de Antônio que virou Nem, mas da vida da Cidade do Rio de Janeiro e de seus múltiplos atores.
Serviço: O Dono do Morro, Um Homem e a Batalha Pelo Rio. Misha Glenny
Título original: Nemesis, One Man and the Battle for Rio
Editora: Companhia das Letras

9 de jul de 2016

FORÇAS ARMADAS OCUPAM A CIDADE PARA PREVENIR ATENTADOS SUSPEITOS DE TERRORISMO SÃO PRESOS

VÁRIOS SUSPEITOS DE TERRORISMO FORAM PRESOS E LEI DE ANTITERRORISMO VAI SER APLICADA
BLINDADOS ESTÃO EM VÁRIOS PONTOS DA CIDADE
JORNAL LIBÉRATION DIZ QUE PODE HAVER ATAQUE TERRORISTA
ÁREAS OLÍMPICAS  ESTÃO OCUPADAS PELAS FORÇAS ARMADAS
O Ministro da Defesa Raul Jungmann disse estar satisfeito com o desempenho das forças de segurança no controle da cidade do Rio de Janeiro e também em vários estados onde vai passar a seleção de futebol.  Após atentado terrorista do ISIS os Serviços de Inteligência negaram credenciamento para mais de 60 suspeitos de terrorismo, é uma arma de fácil manejo extremamente eficiente. Vários suspeitos de pertencerem a grupos terroristas, e, especial ao Estado Islâmico-ISIS foram presos, um deles havia encomendado um fuzil Kalashnikov-AK47 pela internet em um site de venda de armas. O fuzil russo é usado do Alasca ao Alasca Para aumentar a segurança durante os Jogos os militares vão usar blindados em vários pontos da cidade e também em áreas próximas às competições.  As Forças de Segurança interditaram várias ruas no entorno do Maracanã e do Palácio Itamaraty na Marechal Floriano no Centro, para realizar um teste simulando a abertura dos Jogos Olímpicos. O jornal francês Libération publicou documento confidencial em que a inteligência francesa diz haver possibilidade de ataque terrorista durante os Jogos Olímpicos por parte de um terrorista brasileiro que pertence ao ISIS O Estado Islâmico. As autoridades brasileiras estão reunidas para analisar as informações e vão reforçar a segurança, principalmente após o atentado em Nice, Riviera Francesa que matou e feriu centenas de pessoas. O ministro Raul Jungmann da Defesa veio ao Rio para verificar in loco os preparativos. Há uma semana atrás o Sábado amanheceu ocupado por forte esquema de segurança em vários pontos da cidade, mais de mil homens ocuparam vários pontos da cidade, Deodoro, Copacabana, Praça Mauá, Maracanã tiveram  treinamento antecipado devido aos altos índices de violência que tem acontecido. A gota d'água foi o arrastão em uma das vias mais usadas da cidade o Elevado Paulo de Frontin e um dia depois uma viatura da Força Policial foi atingida por tiros de fuzil disparado por traficantes. Centenas de pessoas em ônibus de turismo que tem o Maracanã como roteiro obrigatório fizeram questão de fotografar e também serem fotografados ao lado dos militares. As duras críticas feitas pelo prefeito Eduardo Paes em entrevista á imprensa internacional quando afirmou que "a segurança no Rio é horrível, terrível" motivou resposta imediata do Ministro da Defesa Raul Jungmann, que veio ao Rio para inspecionar locais para a Olimpíada. O Ministro supervisionou a Brigada de Paraquedistas que tem 2.200 soldados treinados para compor a Força de Contingência que estará preparada para ir a qualquer ponto do território nacional em caso de necessidade.
FORÇAS ARMADAS NO MARACANÃ
Para o ministro o número de homens para o esquema de segurança é mais do que suficiente e as forças de segurança vão atuar em especial em quatro regiões olímpicas, o Exército em Deodoro, Barra, Maracanã e Engenhão e a Marinha em Copacabana. Serão mais de 80 mil homens ao todo de vários setores,  Força Nacional 5mil, Forças Armadas 38 mil, Policia Militar 18 mil, Policia Civil 1,2 mil e Corpo de Bombeiros além da Policia Rodoviária Federal.  O Brasil terá também um Comando de Inteligência Internacional com participação de mais de noventa países para prevenir ataques terroristas. Para o Ministro da Defesa não haverá nenhum problema grave, os Jogos irão transcorrer em paz.
Exército no Maracanã

3 de jul de 2016

RIO 2016: PROBLEMAS PREOCUPAM COMITÊ , EM MAIS UM VEXAME GISELE BUNDCHEN PARTICIPA DE UMA INFELIZ ENCENAÇÃO

 ASSALTO SIMULADO NA ABERTURA DA OLIMPÍADA É DE PÉSSIMO GOSTO SUECOS DEIXAM A VILA OLÍMPICA E VÃO PARA HOTÉIS
PRINCÍPIO DE INCÊNDIO EM APARTAMENTOS DA AUSTRÁLIA 
POLICIA FEDERAL PRENDE DEZ PESSOAS SUSPEITAS DE LIGAÇÃO COM O ISIS
PRESIDENTE DO COI ESTÁ OTIMISTA EMBORA EDUARDO PAES TENHA DITO QUE A SEGURANÇA NO RIO É HORRÍVEL

 Como se não bastasse a insegurança que ameaça a todos na bela Cidade de São Sebastião os "gênios da Rio 2016" provavelmente sob o aval da dupla Eduardo Paes X Carlos Nuzman, usaram a modelo mais famosa do mundo Gisele Bündchen como sendo vítima da encenação de um assalto, logo solucionado e o menor assaltante perdoado pela modelo. Os organizadores negam mais essa burrice, mas várias pessoas afirmaram que assistiram à cena ridícula no ensaio geral de domingo. A bela e famosa modelo foi usada em mais uma "bola fora" da Rio 2016. A delegação da Austrália sofreu mais um susto com ameaça de incêndio em seus apartamentos. Foram obrigados a evacuar os aposentos, mas felizmente foi apenas um susto causado por cigarros acesos jogados em uma lixeira. O chefe da delegação exigiu mais bombeiros para evitar qualquer desastre. Faltam apenas sete dias para abertura dos Jogos Olímpicos 2016 e o jeito agora que as cartas estão na mesa e a sorte está lançada torcer para tudo dar certo, apesar da incompetência e da irresponsabilidade dos governantes locais, em especial do prefeito Eduardo Paes, que ao invés de ter fiscalizado com antecedência ficou mais preocupado com divulgação favorável, mas totalmente enganosa.  Em mais um vexame para o Rio de Janeiro a delegação da Suécia abandonou a Vila por absoluta falta de condições de moradia, dias depois  da  delegação australiana ter se recusado a se hospedar na Vila Olímpica recém inaugurada com grande pompa, por achar impraticável e perigosa a permanência dos atletas na Vila. Havia vazamento de gás, alagamentos e uma série de defeitos nos apartamentos destinados à Austrália. Diplomatas australianos fizeram protesto oficial, mas tiveram uma resposta infeliz totalmente irresponsável da dupla Eduardo Paes Carlos Nuzman que lamentavelmente sugeriram que iriam dar cangurus para alegrar os atletas. O porta-voz da delegação australiana Mike Tancred respondeu com irritação "Não precisamos de cangurus mas de bombeiros encanadores para consertar os vazamentos". Os organizadores contrataram uma "brigada" de operários para tudo ser resolvido rapidamente.
Agentes federais prenderam 10 pessoas suspeitas de ter ligação com o ISIS-Estado Islâmico e de prepararem atentados na cidade durante os Jogos. O Prefeito da Cidade Eduardo Paes está à beira de um ataque de nervos, perdeu a calma e discutiu com internautas quando foi criticado, ofendeu um jovem de nome Caio  chamou-o de surdo e mandou que ele saísse da cidade, o que foi um desrespeito muito grande porque o jovem tem problemas de audição.  Paes em entrevista à imprensa internacional declarou "Que o Rio está perdendo uma oportunidade única" ao realizar os Jogos. Ele não tem suportado as críticas principalmente na internet.  Problemas acumulados que põem em risco o êxito dos Jogos Olímpicos têm tirado o sono dos organizadores, em especial do prefeito Eduardo Paes que sabe que seu futuro politico depende do fracasso ou do sucesso do megaevento. A presidente da Comissão de Coordenação do COI Nawal Moutawekel em entrevista ao Globo elogiou a cidade do Rio de Janeiro e acredita que tudo vai ficar pronto a tempo, e a Olimpíada será um sucesso. O Comitê da Rio 2016 corre contra o tempo para terminar com pleno êxito obras nos locais da Olimpíada e no seu entorno. Em entrevista à imprensa internacional o prefeito continua criticando duramente a segurança pública e afirmou que ela "é terrível, horrível" o que causou espanto. Isso pode servir como um conselho para turistas não vir ao Rio de Janeiro. As palavras do prefeito provocaram imediata reação do Ministro da Defesa Raul Jungmann que veio ao Rio e antecipou o envio de tropas para garantir a segurança que segundo Paes está horrível.
exercito faz treinamento no maracanã

A cada dia surge um golpe, a cada dia uma nova aflição desabam sobre as cabeças de um grupo que colocou todos os seus esforços no sucesso financeiro do torneio, em contratos publicitários, em conseguir verbas bilionários, mas esqueceu do compromisso em colocar a cidade livre dos inúmeros problemas que foram se acumulando durante anos e anos. Desde a década de 80 que o Programa de Despoluição da Baia de Guanabara foi implantado, milhões de dólares foram liberados, mas quase nada foi feito. A Baía da Guanabara como diria o antropólogo Claude Levy Strauss é uma "Boca Banguela"
O arrastão no Elevado Paulo de Frontin, tiros que atingiram a viatura da Força Nacional  e a execução de policiais mostram claramente a falência da segurança em nosso estado.  Problemas na área da Saúde com hospitais fechando as portas, sequestro de criminosos que estavam sob custódia na maior emergência da América do Sul, greve no sistema educacional, ameaça de policiais civis e militares de entrarem em greve atormentam os organizadores que não sabem mais o que fazer em suas sucessivas reuniões. Obras inacabadas e malfeitas põem sérias dúvidas sobre a realização, desde que a Ciclovia Tim Maia desabou deixando dois mortos e um descrédito com a seriedade dos organizadores. Desistência de atletas às vésperas do torneio preocupam a todos a maior parte com medo da epidemia de Zika, que não está sendo combatida com eficiência. A crise no Estado devido á incúria de anos e anos de governantes irresponsáveis levaram o prefeito Paes a acusar frontalmente seus "irmãos camaradas" do PMDB em especial ao atual governador Francisco Dornelles e seu grupo Sergio Cabral e Luiz Fernando Pezão que deveriam "Tomar Vergonha na Cara".
Paes para salvar a pele tenta se desvencilhar de seus aliados, visto que a eleição de outubro já chegou e precisa eleger seu sucessor, desesperadamente.

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna