10 de jul de 2016

JORNALISTA BRITÂNICO LANÇA LIVRO SOBRE CHEFE DO TRÁFICO NA ROCINHA

MISHA GLENNY DEPOIS DE LANÇAR "O DONO DO MORRO", LIVRO SOBRE NEM DA ROCINHA ESCREVE SOBRE HACKERS E CRIME CIBERNÉTICO
O jornalista e historiador britânico Misha Glenny depois de contar a história de Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, que chefiou o comércio da venda de drogas durante cinco anos, em seu livro "O Dono do Morro" partiu para desvendar  o mundo dos hackers. O novo livro de Glenny Dark Market, Cyber Thieves, Cybercops and You  faz um mergulho no submundo dos hackers e do crime cibernético.
Para o escritor "O Brasil é um país muito complexo, e no exterior existe uma visão estereotipada como um pais de Carnaval, Futebol, Samba", e procura mostrar nas mais de 350 páginas um pouco da complexidade de um país de dimensões continentais. É também um pouco da vida de um narcotraficante que reinou absoluto como dono das inúmeras bocas de fumo, atualmente em presídio de segurança desde 2011. É a história de uma pessoa  que subiu o morro como o trabalhador Antônio e desceu o morro como um bandido conhecido como Nem. A obra de Glenny é fruto de um exaustivo trabalho de campo através das centenas de becos e vielas da favela, de uma série de entrevistas com o personagem em prisão de segurança e de conversas e entrevistas com jornalistas, autoridades de segurança, moradores e pesquisadores da "Maior Favela da América do Sul".
Nem passou a ficar em muita evidência e passou a ser o inimigo público número um, a "Bola da Vez" depois do cerco policial feito ao Hotel Intercontinental em São Conrado para prender um grupo de narcotraficantes da Rocinha, inclusive Nem que vinham de um baile funk no Vidigal, também controlado por ele para a rede criminal ADA. Durante trajeto tiveram um encontro com policiais que resultou em intenso tiroteio e ficaram  entrincheirados no hotel. Fiz postagem do Cerco em São Conrado que parou a Zona Sul no Blog Outsider com o título "Tiroteio em São Conrado" em 08/2010. O resgate de reféns e a prisão de alguns membros foi feito após muita negociação. A Rocinha foi invadida pelas Forças Armadas em 2011 e encontra-se ocupada por uma UPP.
O autor esteve em Paraty na festa literária FLIP onde participou de uma mesa com o jornalista Caco Barcellos.

 Estive com Misha Glenny recentemente em uma livraria em Botafogo para conversarmos sobre a obra. Não o via desde uma entrevista que fez comigo para o seu livro há dois anos atrás. O livro faz uma abordagem não só de Antônio que virou Nem, mas da vida da Cidade do Rio de Janeiro e de seus múltiplos atores.
Serviço: O Dono do Morro, Um Homem e a Batalha Pelo Rio. Misha Glenny
Título original: Nemesis, One Man and the Battle for Rio
Editora: Companhia das Letras
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna