27 de fev de 2017

MILHÕES DE FOLIÕES CELEBRARAM O REINADO DE MOMO

CARNAVAL CARIOCA, UM CAOS ORGANIZADO
PIRATA DO CARIBE E MULHER ARANHA ARRASAM NO CARNAVAL
              O Carnaval é a expressão de nossa alegria. O ruído, o barulho, o tantã espancam
              a tristeza que há em nossas almas, atordoam-nos e nos enchem de prazer. Todos nós
              vivemos para o Carnaval.
                        Lima Barreto, conforme Mariana Filgueiras,  O Globo
O Carnaval na cidade maravilhosa não se resume a três dias de folia. O Reinado de Momo que já começou há muito tempo não vai "se acabar na quarta feira" como na poesia de Vinicius de Morais embora o atual alcaide não veja com bons olhos a farra carioca da cidade que o elegeu e preferiu ficar longe da folia. O Carnaval Carioca vai oficialmente até o desfile das campeãs, que termina na madrugada de domingo, dias depois da quarta feira de cinzas. Já se foi o tempo em que a folia terminava em pancadaria e intensa repressão policial, em alguns casos na meia noite de terça feira, como nos anos setenta onde a "poliçada" irritada pela farra sem fim enfiava o cacete e de quebra levava os mais renitentes no camburão. 
Pirata do Caribe e Mulher Aranha foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
Agora uma série de fatores resolveu estender a farra, apesar da já ter sido iniciada há algumas semanas provocando um enorme prejuízo para uns e uma alegria desmedida para outros. Fazer um Carnaval é o equivalente a fazer um caos, onde tudo se confunde, em uma total inversão: homens podem se vestir de mulher, adultos em crianças, mulheres em heróis masculinos, debochados em religiosos, pobres em nobres, crianças em super heróis  ou monstros terríveis. No Carnaval da Barra da Tijuca uma Jack Sparrow como um tropical Brad Pitt do Piratas do Caribe ao lado de uma heroína- aranha cantavam o samba enredo da Viradouro. Acontece uma anulação entre as barreiras sociais, embora muito efêmera, os pobres vão continuar cada vez mais pobres e os corruptos e corruptores vão continuar dando as ordens e rapinar nosso suado dinheiro, apesar dos juízes impolutos que se assemelham (segundo eles) a semideuses.  
O ponto alto do Reinado de Momo, oficialmente é o desfile das escolas de samba, em seu palco planejado pelo gênio de Oscar Niemayer, o Sambódromo, agora em uma apresentação de quatro dias, dois para o Grupo de Acesso e dois para a Elite do Samba. A verdadeira alegria está  nas ruas da cidade, em todos os bairros o folião cai no samba, ou nas marchinhas proibidas  em nome de um equivocado politicamente correto para exorcizar os fantasmas oriundos de Brasília, que ameaçam todos nós. O carioca tem mais medo dos vampiros de Brasília do que das delações da Lava Jato. Ma como quase tudo acaba em samba, centenas de blocos e bandas fazem a festa, para todos os gostos, todos os gêneros e para o reinado efêmero do Rei da Folia, para tudo se acabar em uma segunda feira, de Cinzas.

26 de fev de 2017

OS DESFILES DO GRUPO DE ACESSO

IMPÉRIO SERRANO A CAMPEÃ DE VOLTA AO GRUPO ESPECIAL
ACADÊMICOS DO SOSSEGO E ACADÊMICOS DA ROCINHA NÃO APARECEM NA TV
O desfile das quatorze Escolas de Samba do Grupo de Acesso da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro- LIERJ começou na Passarela do Samba, o Sambódromo na sexta feira de Carnaval e continuou  no sábado dia 25 de Fevereiro. A grande vencedora foi a Império Serrano, tradicional agremiação do subúrbio de Madureira. Em segundo lugar ficou a Unidos do Viradouro de Niterói.
A LIERJ foi fundada em julho de 2008 e tem como presidente Déo Pessoa que foi presidente da GRES Acadêmicos da Rocinha. A luta é por apenas uma vaga na elite do samba, o Grupo Especial. Várias agremiações já desfilaram no grupo principal e pretendem voltar aos desfiles de domingo e segunda. A apresentação das Escolas de Samba do Grupo de Acesso é dividido em dois dias, na sexta e no sábado com início às 22h, em acordo feito com a emissora que detém os direitos de transmissão. Mas a emissora em questão não é muito sensível ao esforço de milhares de componentes  empurrou o desfile de 20h para mais tarde além de não mostrar ao mundo ao vivo e a cores a abertura do Carnaval e principalmente a primeira a desfilar nos dois dias preferindo seguir sua programação, nem sempre do agrado de todos, mormente o programa que já foi sucesso em sua fase inicial, mas que agora se arrasta e desagrada à quase todos. Mas são coisas da aldeia global.
Viradouro foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
Na sexta feira desfilaram Acadêmicos do Sossego, Alegria da Zona Sul, Unidos do Viradouro, Império da Tijuca, União do Parque Curicica, Estácio de Sá, Acadêmicos de Santa Cruz. No sábado foi a vez da Acadêmicos da Rocinha, Acadêmicos do Cubango, Inocentes de Belford Roxo, Império Serrano, Unidos de Padre Miguel, Renascer de Jacarepaguá, Porto da Pedra. A Viradouro encantou com seu enredo infantil "Todo Menino é um Rei' música imortalizada pelo cantor Roberto Ribeiro.

25 de fev de 2017

BOLA PRETA ATRAI MAIS DE UM MILHÃO NO CENTRO DO RIO

              Quem não chora não mama,
              Segura meu bem a chupeta
              Lugar quente é na cama
              Ou então no Bola Preta
                 Vicente Paiva
VEM PRO BOLA MEU BEM, O CORDÃO DO BOLA PRETA É O PROGRAMA DE SÁBADO DE CARNAVAL

"Vem pro Bola meu bem" foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved

foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
Os cariocas esqueceram, pelo menos durante a folia, a falência em que a dupla Cabral/Pezão afundou o Rio de Janeiro e caiu na farra. O mais antigo bloco de Carnaval do Rio de Janeiro levou mais de um milhão de foliões ao Centro do Rio de Janeiro na manhã de sábado ao ritmo de sucessos de outros carnavais como "Cabeleira do Zezé" "O Teu Cabelo Não Nega", hoje proibidos pelo politicamente correto. Fundado em dezembro de 1918 o Cordão do Bola Preta é um programa imperdível para quem gosta da folia.
O Bola ficou concentrado na Rua Primeiro de Março na esquina da Buenos Aires desde ás oito horas da manhã e saiu ás 9,15 h levando milhões de foliões à loucura ao som de seu hino, o "Quem não chora não mama" e de músicas campeãs do carnaval. Famosos acordaram cedo para sair no Bola como suas musas, a bel atriz Leandra Leal e a cantora Maria Rita.
foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved


Mas nem tudo é alegria, em Copacabana no Bloco da Favorita saiu do ritmo, além de não tocar samba ou marchinhas foi de funk. No bloco a alegria foi quebrada por baderneiros que preferem brigar a brincar o Carnaval estragando a festa dos foliões.
 

24 de fev de 2017

PORQUE AINDA É CARNAVAL

     A gente trabalha o ano inteiro
     Por um momento de sonho
     Pra vestir a fantasia de rei, ou de pirata ou jardineira
     Pra tudo se acabar na quarta feira
                            A Felicidade Vinicius de Morais
ESQUEÇAMOS OS CARROS ALEGÓRICOS QUE SÓ CAUSARAM TRISTEZAS
ESQUEÇAMOS TEMER, ESQUEÇAMOS DILMA, ESQUEÇAMOS RENAN
ESQUEÇAMOS A FALÊNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
ESQUEÇAMOS OS VAMPIROS DE BRASÍLIA
Foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved

ESQUEÇAMOS A DUPLA SINISTRA PEZÃO/DORNELLES
ESQUEÇAMOS OS FALSOS SOCIALISTAS QUE SÓ PENSAM EM RAPINAR
ESQUEÇAMOS A DIREITA RAIVOSA
ESQUEÇAMOS O ROMBO DA PREVIDÊNCIA
ESQUEÇAMOS O JUIZ QUE SE JULGA UM SEMIDEUS
ESQUEÇAMOS OS "DEDO DUROS" PREMIADOS
ESQUEÇAMOS OS FALSOS MORALISTAS QUE ATACAM NO CARNAVAL
ESQUEÇAMOS O CARNAVAL OFICIAL QUE SÓ PENSA EM GRANA
E VAMOS TODOS CAIR NA FOLIA, MAS COM MODERAÇÃO
PORQUE HOJE É A MAIOR FESTA DO TERCEIRO PLANETA
ESQUEÇAMOS AS MAZELAS PORQUE HOJE É CARNAVAL
foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved

22 de fev de 2017

OS ROYALTIES NÃO SÃO CULPADOS

UMA IMAGEM VALE POR MIL PALAVRAS
PEZÃO DIZ NÃO TER DINHEIRO MAS CONTRATA POR R$2,5 MILHÕES JATINHOS PARA "FLEXIBILIZAR HORÁRIO"
CADA DIA APARECE MAIS UMA PROVA DA ROUBALHEIRA QUE FALIU O ESTADO
Reza a lenda que existe um provérbio chinês que diz" Uma imagem vale por mil palavras". Em algumas situações acredito que sim a fotografia resume tudo que necessita ser dito, mas em outras não, visto que a imagem é polissêmica, na maior parte das vezes necessita de um texto adicional.
aposentada resume a roubalheira feita por uma quadrilha foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
Mais um desrespeito ao funcionalismo estadual de um governador debochado. O preposto do Cabral o Pezão contrata por milhões firma de jatinhos, para passear em Brasília e adjacências enquanto salário dos funcionários continua sem ter sido pago e pasmem o décimo terceiro do ano passado também. Esta foi a herança deixada pelos doze anos de governos do PMDB, que inexplicavelmente ameaça continuar.
 Durante os protestos que tem acontecido na bela e não muito digna cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro uma das imagens fala por si mesma e resume a falência de um estado rico e próspero levado a uma condição de extrema penúria devido a doze anos de um governo catastrófico de um partido, o PMDB com apoio total de Brasília e principalmente devido à máquina de triturar enganou a quase todos e continua a ludibriar o povo. A cada dia aparecem provas e mais provas da roubalheira desenfreada que o grupelho do PMDB fez em nosso estado. Alianças espúrias são feitas  em nome de uma falsa e nefasta política de alianças movida a cargos e muito capital, onde a população nunca é consultada. A desculpa esfarrapada tem sido em uma tática nazi fascista colocar a culpa sempre na queda do preço do petróleo e nos royalties para justificar a roubalheira que continua pondo à venda uma de nossas últimas empresas lucrativas, a CEDAE,

19 de fev de 2017

CONTINUA A FOLIA DEBAIXO DE UM SOL DE 50 GRAUS

O CARNAVAL NÃO ACABOU A FOLIA CONTINUA ATÉ DOMINGO
BLOCO DAS TREPADEIRAS FAZ MUITO SUCESSO
ACABOU O HORÁRIO DE VERÃO, MAS O CALOR CONTINUA
              "Allah-la-ô,ô,ô,ô,ô, mas que calor ô,ô,ô,ô,ô
              Atravessamos o deserto do Saara
              O sol estava quente e queimou a nossa cara"
                                           Haroldo Lobo e Nassara
Segundo a tradição cristã o Carnaval seria para espantar as mágoas em uma diversão sadia de três dias, domingo, segunda e terça, a terça feira gorda. Já se foi o tempo em que a folia terminava impreterivelmente às 24 horas da terça com intensa repressão policial. Mas a história agora é outra e vai até domingo pós carnaval. Oficialmente o Carnaval só começaria sábado dia 25, mas os blocos contrariam esse calendário e as fantasias estão em toda cidade. Acabou à meia noite o horário de verão, mas o calor aumentou e a moda agora é sair no bloco desde cedo, a concentração começa  às 6h da manhã para pular e sambar o dia inteiro. Hoje sexta feira o sucesso é cair no samba do Bloco dos Aposentados que se concentra todo ano no Buraco do Lume no Centro. Os "velhinhos" ajuntaram os últimos tostões para cair na folia e protestar contra a farsa da Previdência Social no Brasil, uma enorme tapeação para prejudicar milhões e encher os bolsos dos lacaios do FMI.

Bloco das Trepadeiras faz sucesso foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 Um dos mais animados da cidade é o Cordão do Boitatá fundado há mais de vinte anos por um grupo de estudantes e artistas em nome de um personagem mítico de nosso folclore. Animação não falta no Bloco das Trepadeiras que homenageia nossa flora formado por belas jovens, algumas com seus filhinhos no colo para cair na folia, mas com moderação.
Este ano o Cordão do Boitatá em vez da Praça XV saiu da Praça Cruz Vermelha no Centro para desfilar na Henrique Valadares e na Gomes Freire ao som de marchinhas conhecidas  como Máscara Negra entremeada pelos gritos de "Fora Temer. Mais de 500 blocos desfilaram ao som das marchinhas favoritas, de sambas enredo inesquecíveis e não quiseram saber do politicamente correto, à exceção de alguns poucos blocos.
Cordão do Boitatá foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
O Cordão do Boitatá também presta homenagens a compositores brasileiros da MPB como Chico Buarque, Dominguinhos e ao compositor erudito Heitor Villa Lobo tocando "Trenzinho do Caipira" em ritmo de carnaval.  Milhares de foliões caíram na folia do bloco que não vai ter hora para acabar.

18 de fev de 2017

OS SEGREDOS DO MUNDO DO SAMBA

"É SEXTA DE CARNAVAL" REVELA A FACE OCULTA DAS ESCOLAS DE SAMBA, AS ALEGRIAS E DECEPÇÕES DURANTE OS PREPARATIVOS PARA O "MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA"
UMA OBRA IMPERDIVEL SOBRE AS RELAÇÕES ENTRE O JOGO DO BICHO E O CARNAVAL
O Carnaval acabou, mas os preparativos para o próximo desfile já começaram, os múltiplos atores do grande espetáculo começam a aparecer, e as alegrias e decepções que se sucedem na quadra de uma Escola de Samba. A folia vai enlouquecer os ensaios nas quadras das escolas de samba e o  livro "É Sexta de Carnaval, o ensaio é geral" revela as negociações, os acordos e desacordos feitos entre as diversas personagens do mundo do Samba. As transações são feitas algumas vezes na quadra, e muitas vezes na calada da noite nas centenas de vielas e becos das favelas do Rio de Janeiro. O livro dedica um capítulo sobre as relações entre as Escolas e o Jogo do Bicho.
 
O autor Alcyr Cavalcanti partiu de sua experiência em pesquisas, ora como repórter, ora como pesquisador em Antropologia para elaborar uma obra densa, baseada em fatos reais mas situada em uma favela fictícia com personagens fictícios, a Favela da Esperança. A obra acompanha a trajetória de Lorenzo, um sociólogo italiano que faz pesquisas sobre os preparativos de uma escola de samba para seu ponto máximo, o desfile no Sambódromo. A leitura vai levar a um mergulho no "wild side"  através dos inúmeros becos e vielas da Favela da Esperança até chegar ao ensaio geral na quadra, onde tudo caminha para um final surpreendente.
Para o jornalista e escritor Julio Ludemir que pesquisa as favelas cariocas "É uma obra necessária para quem quiser se aprofundar em conhecer os preparativos para a grande festa do Carnaval"

 
 
SERVIÇO: "É Sexta de Carnaval, o ensaio é geral" 209 páginas Vendas edição impressa pelo e-mail: alcyrcavalc@gmail.com,  ou pelo telefone 21 975509747
edição digital 21  34950467 e 21 25026612
 
 

14 de fev de 2017

EXERCITO NÃO GARANTE MAIS A SEGURANÇA NO RIO DE JANEIRO

FORÇAS ARMADAS DEIXAM A CIDADE EM PLENO CARNAVAL E A CIDADE VAI FICAR COM POLICIAMENTO PRECÁRIO
OPERAÇÃO CARIOCA FOI SOMENTE PARA GARANTIR A TRANQUILIDADE DURANTE OS PROTESTOS NA ALERJ
Mais de dez mil homens do Exército e do Corpo de Fuzileiros que desembarcaram no Rio de Janeiro para garantir a segurança, prejudicada devido à greve dos policiais militares e da paralisação da Policia Civil estão deixando a cidade desde quinta feira em pleno Carnaval. A decisão causou muita surpresa devido aos festejos que acontecem em todo estado e principalmente no Rio de Janeiro.. Apesar dos pedidos do governo estadual o ministro da Defesa não atendeu os apelos e deu a ordem para a retirada das tropas, conforme estabelecido. As tropas  começaram atuar em vários bairros da cidade e também em Niterói e São Gonçalo para reprimir e controlar situações de conflito. O plano de segurança não vai atuar na Baixada Fluminense, que tem altos índices de criminalidade. As tropas federais devem ficar até o dia 22 de fevereiro, isto é na véspera do Carnaval. O problema é se a Policia Militar e a Policia Civil vão controlar a série de eventos que vão acontecer em fevereiro depois da partida das tropas militares.
foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
 O Ministro da Defesa Raul Jungmann atendeu aos pedidos do governador Luiz Fernando Pezão que não conseguiu controlar a greve de policiais militares nem os protestos de servidores estaduais contra o "Pacote de Maldades" e principalmente contra a privatização da CEDAE. Jungmann vai avaliar se haverá necessidade da permanência das tropas até depois do Carnaval.

9 de fev de 2017

BOTAFOGO VENCE MAIS UM JOGO DECISIVO NA LIBERTADORES

COM UM TIME EM QUE NINGUÉM ACREDITAVA BOTAFOGO ELIMINOU CINCO CAMPEÕES SULAMERICANOS E SEGUE NA LIBERTADORES
ERAM OITO BRASILEIROS NA LIBERTADORES AGORA SÃO TRÊS
BOTAFOGO VENCE NACIONAL DE MONTEVIDEO E AVANÇA PARA AS QUARTAS DE FINAL DA LIBERTADORES
GLORIOSO CONFIA NOS MILAGRES DE GATITO FERNANDEZ PARA GARANTIR BOTAFOGO NA LIBERTADORES
 A BATALHA MAIS DIFICIL FOI NO PARAGUAI CONTRA OLYMPIA E O GLORIOSO VENCEU NA DISPUTA DE PENALTIES
 O Botafogo começou a competição com um time em que ninguém acreditava. Havia entrado na Libertadores na fase classificatória, a Pré Libertadores com um time modesto e conforme suas condições financeiras, era o menos acreditado dos oito clubes brasileiros no torneio.  O time orientado por um treinador desconhecido Jair Ventura foi derrubando os favoritos um a um, até chegar a uma fase onde nunca em sua história havia chegado, a fase das quartas de final. Enquanto isso Flamengo, Palmeiras e Atlético Mineiro com elencos milionários caíram pelo caminho. O Glorioso agora vai enfrentar o Grêmio, mais um campeão a ser vencido. Em mais uma batalha o alvinegro jogou todas as suas fichas na quinta feira contra o Nacional de Montevideo para avançar na Copa Libertadores da América. Foi um jogo emocionante, e o Glorioso decidiu o jogo logo nos primeiros minutos aos dois minutos com Bruno Silva e aos cinco com Rodrigo Pimpão em uma falha da defesa uruguaia. A torcida que lotou o Engenhão (Nilton Santos) está em festa. No jogo anterior, no Uruguai, a partida teve muita emoção e muito sofrimento para os 1500 botafoguenses que foram assistir o duelo . Com mais posse de bola, mas com poucas finalizações  o time uruguaio pressionou bastante,  mas o Glorioso conseguiu em um contra ataque chegar ao gol após muita confusão na área com finalização do meio campo João Paulo.
FOTO VITOR SILVA (divulgação)
 
Para chegar até as oitavas de final o Botafogo teve sempre  jogos disputados com muito sofrimento, como na partida em que o time paraguaio dominou todo o segundo tempo e o Glorioso fazia uma tática muito arriscada de somente se defender.
A defesa conseguia neutralizar os atacantes adversários, mas quando a bola começa a rondar a área, uma hora o gol pode sair. E saiu, para desespero dos jogadores que não tiveram poder de reação e arriscaram tudo na decisão por penalidades máximas. Aí a estrela solitária brilhou e o milagre aconteceu. O goleiro que não vinha bem e ficou barrado por Helton Leite fechou o gol literalmente.  Gatito Fernandez, o herói do jogo defendeu três penalties em quatro cobranças dos paraguaios.  O Botafogo venceu mais uma decisão contra o Olympia, mas desta vez no Paraguai no Defensores del Chaco, onde o time paraguaio joga com apoio total de sua torcida que vai transformar o estádio em um alçapão.
 O Estádio Nilton Santos  ficou marcado pela barbárie cometida por assassinos travestidos de torcedores do Flamengo que mataram um torcedor do Botafogo e feriram mais sete, um em estado muito grave. O público esperado para lotar o Engenhão na partida decisiva da Libertadores  não aconteceu, a barbárie afugentou os torcedores e apenas 28 mil foram ao estádio. Da mesma forma que na semana passada o gol salvador de Rodrigo Pimpão, de bicicleta levou os torcedores à loucura. O gol  já no final do segundo tempo garantiu a permanência do Botafogo na Taça Libertadores da América. Logo no inicio uma contusão tirou Montillo de campo assustando a todos . O sofrimento foi igual ou pior do que no jogo contra o Colo Colo em que desde o inicio tudo fazia crer que o Botafogo seria eliminado pelo time chileno. Diz um ditado "que há coisas que só acontecessem ao Botafogo". Um gol contra feito por um zagueiro que não inspira confiança, Emerson Silva, que de cabeça deu munição ao time chileno aos 2 min  de jogo levou os torcedores ao desespero, que sentiam falta de seu principal jogador, o meia Camilo e do zagueiro Joel Carly que garante a defesa.
engenhão vai lotar foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved

Mas o time não se deixou abater, embora a tática de jogar recuado com três volantes teria de mudar. O time atacava, mas com muito cuidado, para não levar mais um gol que tornaria quase impossível a classificação. Havia uma barreira quase intransponível, o goleiro Justo Villar que fazia milagres no gol do Colo Colo. O esforço coletivo era total, o volante Airton jogou no sacrifício com uma proteção no braço e foi obrigado a sair na metade do segundo tempo. Mas depois de muita insistência veio o gol salvador, Roger, que entrou no segundo tempo ao substituir Rodrigo Lindoso deu o passe para Rodrigo Pimpão que fuzilou o goleiro Justo Villar. Restava agora ao time garantir o resultado e quem sabe mais um golzinho de contra ataque. Agora vamos esperar mais uma pedreira para superar, o Olympia do Paraguay na quarta feira no Defensores del Chaco em Assunção. A Taça Libertadores é assim, um passo de cada vez, mas com firmeza e também com um pouquinho de sorte.

4 de fev de 2017

O CARNAVAL PROIBIDO

O FESTIVAL DA BESTEIRA QUE ASSOLA O PAÍS ATACA NO CARNAVAL MARCHINHAS SÃO PROIBIDAS EM NOME DO POLITICAMENTE CORRETO
     "Olha a cabeleira do Zezé, será que ele é, será que ele é?"
                                                  João Roberto Kelly
     "Maria Sapatão, Sapatão, Sapatão,
      De dia ela é Maria, de noite é João"
                                     João Roberto Kelly
      "Quando a vizinha enche a cara de Pitú
        e começa o maior sururu.
       Pega ela Piru, pega ela Piru, Pega ela Piru"
                                      A Vizinha, Mussum
                                      
Stanislaw Ponte Preta deve estar se revirando no túmulo, o Festival da Besteira vai atacar no Carnaval. A proibição em nome do Politicamente Correto tenta transformar a maior festa popular do mundo onde os blocos de rua levam a diversão a todos em uma alegria contagiante em um desfile sem graça, onde a espontaneidade vai dar lugar ao programado, em uma robotização em massa. Marchinhas tradicionais, sucessos há várias décadas como " A Vizinha" mais conhecida pelo refrão alucinante "Pega ela Pirú",  "Cabeleira do Zezé", "Maria Sapatão", "Mulata Bossa Nova", " O Teu Cabelo Não Nega" e muitos outros estão sendo retirados de cena em uma cruzada equivocada e totalmente desnecessária. Em meio a tanta sandice um grupo de professoras em Recife criou o bloco "Cansei de ser Profunda", uma crítica ao descaso dos governantes e ao programa enganador Brasil Pátria Educadora". Vai ser um sucesso.
foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
Blocos de Carnaval como "Mulheres Rodadas", "Céu na Terra" e alguns outros querem retirar músicas tradicionais, sucessos em todos os blocos em nome de uma "festa séria".  Daqui a pouco vão proibir o biquíni e os seios de fora como na "Era Jânio Quadros" de triste memória, que mergulhou o país em uma situação caótica cujos efeitos sentimos até os dias de hoje.
O compositor João Roberto Kelly, o mais tocado no Carnaval em entrevista à Cléo Guimarães em sua coluna "Gente Boa" afirmou: " Carnaval é uma grande brincadeira, é leveza. Nunca quis ofender ninguém e acho que marchinha não pode ter limite".
Carnaval é inversão de valores onde homens se vestem de mulher, adultos se transformam em crianças,  ricos saem de mendigos e falsos religiosos desfilam ao som de cuícas e tamborins. O "Reinado de Momo" é  crítica, deboche, o direito de extravasar depois de um ano de dificuldades, recessão, muito sofrimento e um futuro incerto, querer proibir letras ingênuas de músicas feitas em um outro contexto é um tremendo equívoco. O carnaval é uma festa sem dono, sem regras e sem imposições. São quatro dias de folia, sinônimo de loucuras, para tudo se acabar na quarta feira, como dizia o poeta.

1 de fev de 2017

PROTESTOS CONTRA O PACOTÃO E CONTINUA A PANCADARIA

PROTESTOS NÃO CONSEGUEM BARRAR ENTREGA DE BANDEJA DA CEDAE MANIFESTANTES SÃO REPRIMIDOS COM BOMBAS E BALAS DE BORRACHA
PEDIDA CASSAÇÃO DO GOVERNADOR E DE SEU VICE
DISTRIBUIÇÃO DE CARGOS PARA APROVAR O "PACOTE DE MALDADES" E PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE
Protestos de servidores e empregados da CEDAE não conseguiram impedir a privatização de uma empresa lucrativa, uma das poucas coisas que o desgoverno Cabral/PMDB não conseguiu destruir. Rastro de destruição no  Centro da Cidade do Rio de Janeiro com VLT retirado de circulação, agencias bancárias foram destruídas com tapumes arrancados e incendiados, no meio da confusão vitrines de lojas foram quebradas e ocorreram saques.  O núcleo financeiro, parou novamente durante as manifestações contra o "Pacote de Maldades" que o governador tenta empurrar pela goela a dentro. O pedido de cassação da chapa Pezão/Dornelles não conseguiu enfraquecer aprovação da série de medidas contra a população. Depois das 15h aconteceu intenso  confronto entre manifestantes e o aparato repressivo que usou de violência extremada contra servidores que reclamavam contra o calote do governo estadual e principalmente contra o governador Luiz Fernando Pezão. No entanto uma farta distribuição de cargos para atrair deputados inconsequentes e gulosos por benefícios em proveito próprio podem levar à aprovação do pacote na terça feira. Os trabalhos na ALERJ semana passada tiveram inicio para a escolha da mesa diretora, que conforme esperado manteve na presidência o deputado Jorge Picciani, do mesmo grupo que domina o Estado e que levou um estado próspero até a completa falência motivada por desvios de verbas de toda a espécie.
Semana passada houve destruição photo Alcyr Cavalcanti all rights reserved
O rombo nas finanças tenta agora ser compensado por uma série de medidas conhecido como "Pacote de Maldades, que vai sacrificar a população como um todo e atingir principalmente milhares de servidores estaduais.
photo Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
A privatização da Companhia de águas e Esgotos-CEDAE e o aumento do desconto mensal que pode chegar a 22% em muitos casos além do congelamento de salários está sendo tramada nos bastidores entre o governador Pezão, o preposto do FMI Henrique Meirelles e o "supremo mandatário" que de interino quer permanecer no cargo. A CEDAE tem dado lucro, ao contrário do que afirma o governo estadual. A votação do Pacotão continua a toque de caixa e hoje,  terça feira  novos confrontos devem ocorrer, apesar da intensa repressão.
 

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna