23 de mar de 2017

LÁ VEM O BRASIL DESCENDO A LADEIRA

ACUSAÇÕES CONTRA TEMER REPERCUTEM MAL NO EXTERIOR E NINGUÉM MAIS ACREDITA NO PAÍS
 RESERVA AMBIENTAL CRIADA PELO GOVERNO MILITAR VAI SER LEILOADA GOVERNO PARA COBRIR ROMBO VENDE TUDO E AGORA É A VEZ DA ELETROBRAS E DA CASA DA MOEDA
TEMER AO DISCURSAR NO RIO PEDE APLAUSOS MAS É VAIADO E OUVE GRITOS DE "FORA TEMER"
DESEMPREGO CRESCE E TEMOS QUASE 20 MILHÕES DE DESEMPREGADOS   
CRESCIMENTO DO BRASIL É IGUAL RABO DE CAVALO, CRESCE PRA BAIXO
Michel Temer e jornalistas "especializados" repetem como um mantra que a "Economia do Brasil está em fase de crescimento", mas a vida desmente. As gravíssimas e seguidas acusações contra Temer e seu grupo palaciano desacreditam o país no exterior e os negócios que estão sendo feitos são efetuados a preços muito baixo e tem como única finalidade tampar o rombo cada vez maior. Sua "base aliada" é mantida a custa de favores, benesses e dinheiro vivo. A gasolina teve aumento de preços pela terceira vez em uma semana, o que vai influir em todos os setores estourando a inflação.
A próxima venda, a qualquer preço, para cobrir um enorme rombo é uma das "joias da coroa" a Eletrobrás. Mas não só a Eletro, mas aeroportos, estradas, dinheiro, reservas florestais enfim vende-se de tudo por qualquer preço. Ministro e técnicos do Meio Ambiente se manifestaram contra a extinção da Renca. A liberação para a venda de uma enorme reserva florestal, maior que alguns países da Europa, a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca) vai provocar um desastre ambiental sem precedentes. A Reserva foi criada durante o governo militar do presidente João Figueiredo para impedir a exploração mineral.
  Em um evento no Rio sobre comércio exterior o presidente pediu para ser aplaudido ao afirmar que não vai haver aumento nas alíquotas de Imposto de Renda e que a economia está nos trilhos e volta a uma fase de grande crescimento. A plateia ficou estarrecida e respondeu com sonoras vaias e gritos de "Fora Temer". Em verdade  o número de desempregados aumenta, as frentes de trabalho são inexistentes e o rombo aumenta e muito depois das benesses concedidas aos deputados que votaram a seu favor ao barrar o processo de cassação
Rodrigo Maia sonha com uma posse apoteótica sendo aclamado pelo povo, isto é "o povo" fica restrito a uns 500 deputados e uns senadores tipo Renan, Eunício, Jucá e alguns outros. 205 milhões de brasileiros vão ficar de fora espiando pela telinha. Em manobras quixotescas Temer jura de pés juntos que não vai renunciar e fica até 2019, sim 01/01/2019. Mas tudo indica que não.
Com a divulgação das conversas indecorosas do Michel com Joesley o "Homem do Boi" tendo como tema compra de votos e meios para fugir da justiça o presidente interino que nem sua "base aliada" apoia mais vai conseguir piorar o que já não era nada bom. Agora não só a casa dele caiu, mas as nossas casas também. Vamos ter muitos meses de filigranas jurídicas para tirar aquele que nunca deveria ter entrado e o Brasil mais do nunca vai para o atoleiro e tão cedo não vai sair dele. Um ano de Michel Temer, um ano de frustrações, arrocho salarial, repressão, pacotes contra a população sendo votados de qualquer jeito, com reuniões de negócios na calada da noite para acertar o "rolo compressor" movido a benesses e muita grana. Este é o saldo de um governo que tem afundado cada vez mais o Brasil e tem 04% de aprovação e uma reprovação de quase totalidade da população. Ninguém aguenta mais a retórica vazia, empolada cheia de mesóclises que não diz nada, absolutamente nada e só agrada aos aliados de ocasião.
foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
O dia primeiro de maio um feriado universal deveria ser um dia de muita festa, mas aqui em nosso país não temos nada a festejar. Nada é tão ruim que não possa piorar, diz um velho ditado nos tempos envelhecidos do século XXI. Em tempos obscuros até o Papa Francisco se recusa a vir ao Brasil para as comemorações de Nossa Senhora Aparecida envia uma carta em que se diz preocupado e entristecido com os rumos do país.   Em recente pesquisa de opinião o presidente vai descendo ladeira abaixo da mesma forma que o Brasil, menos de 05% aceitam seu governo ( ou desgoverno). O país está paralisado e o presidente tem sua base de sustentação denunciada por corrupção e lavagem de dinheiro. A "Era Temer" ou para muitos a "Idade das Trevas" conseguiu uma façanha piorar o que já não era nada bom, o que nos faz sentir saudades da incompetência, do mau humor e da má administração da "Era Dilma". Mais uma vez prevalece a envelhecida máxima "O Melhor é o Viável" que os teóricos tem repetido feito um mantra desde o século passado em um país sem perspectiva de ter algo melhor. As propaladas reformas impostas a toque de caixa para milhões de brasileiros são manobras espúrias para tentar encobrir uma enorme roubalheira que afundou nosso país sob o olhar complacente de uma falsa oposição e colocou o Brasil inteiramente no descrédito internacional. Tudo leva a crer que as propaladas reformas vão ser aprovadas a toque de caixa para afundar de vez o Brasil e beneficiar meia dúzia.
Desemprego em massa aumenta população de rua Foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved

É a "Globalização do Mico", um país com uma das maiores reservas naturais do planeta jogado às moscas e baratas e alvo de um deboche monumental. Mais um golpe contra a população a malfadada Operação Carne Fraca que rapidamente serviu para encobrir a Terceirização, parte da Reforma Trabalhista. A Operação caiu como uma luva  para seguir os ditames de um presidente da Câmara que veio por acaso, ou melhor seria por castigo. O rapaz em questão teve o desplante de afirmar que não deveria haver Justiça do Trabalho. Assim é o Brazil (sim com Z) que tem pessoas como um tal de Pezão para mandar em um estado que já foi quase maravilhoso e agora vive entregue às moscas, às baratas e principalmente aos ratos de duas patas que pululam o Palácio Tiradentes. Nosso país está em uma triste situação onde não existem quadros políticos capacitados para nos tirar deste atoleiro, à exceção de dois ou três perdidos no meio não de trezentos picaretas, mas de milhares de pilantras de paletó e gravata que resolvem os destinos do país em meio a jantares opíparos enquanto o desemprego, a fome, a miséria rondam o nosso país.
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna