18 de mai de 2017

MILHÕES PEDEM SAÍDA DE TEMER MAS DEPUTADOS QUEREM QUE ELE FIQUE

TEMER ASSINA PORTARIA EM TROCA DE VOTOS QUE PERMITE TRABALHO ESCRAVO
MAIS DE 95%% QUEREM QUE TEMER SEJA INVESTIGADO POR CORRUPÇÃO
MAS DEPUTADOS NÃO QUEREM QUE ELE SEJA PRESO
 PRISÃO DO "HOMEM DA MALA" ASSSESSOR ESPECIAL DE TEMER NÃO INFLUI NO JULGAMENTO DE TEMER
ORDEM DOS ADVOGADOS PEDE IMPEACHMENT DE TEMER QUE VAI SER INVESTIGADO POR CORRUPÇÃO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA PELO SUPREMO TRIBUNAL E DEVE SER CASSADO
A grande maioria da população quer que o presidente seja julgado pelos crimes cometidos durante seu mandato. Em mais um golpe contra a população Temer assina portaria que permite trabalho escravo para atender os mais de 200 deputados da Bancada Ruralista e garantir ampla vitória no Congresso.
Até na abertura do Rock in Rio durante a fala da modelo Gisele Bunchen sobre a preservação de nossas florestas os gritos foram de "Fora Temer". Mas os  deputados "aliados" não querem que seja julgado e o novo processo pode ser da mesma forma que o primeiro, arquivado. Em recente pesquisa mais de 95% querem que seja julgado culpado, ou inocente, mas uma série de deputados contemplados com verbas e benesses vai votar pelo arquivamento do processo. Um exemplo da política tupiniquim é a atitude do deputado Vladimir Costa que para provar sua irrefreável paixão pelo presidente fez uma enorme tatuagem com seu nome, para ficar segundo o deputado, para sempre.
 "Homem da Mala" e amigo pessoal de Temer é preso com R$ 500 mil para um destino certo, "Gato Angorá" como é chamado na intimidade que é mais suspeito do que o Beira-Mar mas é fiel do presidente e entra e sai de seu gabinete a qualquer hora, embarque em avião em que Temer esqueceu e disse que foi voo da FAB, mas nada disso ( e muitas outras coisas) nada representam em um regime insuspeito e inabalável. O presidente Michel Temer embora com a corda no pescoço sempre acreditou que seria absolvido no Tribunal Superior Eleitoral por um voto a mais em seu favor, dois ministros foram colocados por ele há alguns meses e mais dois devem votar contra a cassação. O presidente  está em reunião permanente com vários advogados para ser mantido no poder.  Ele declarou que tem deputados na mão fechados com ele e vão votar a seu favor. A prisão do "Homem da Mala" seu assessor especial Rodrigo Loures no inicio da manhã deixou o presidente e seus aliados sem saber o que fazer. A troca-troca de ministros foi mais uma manobra para evitar delação de mais um homem de confiança do presidente. Tudo feito para que Rodrigo Loures permanecer com foro privilegiado e continuar com mandato, mas não deu certo, Osmar Serraglio não quis participar  da manobra escusa e abandonou o barco.
 No auge dos protestos que pediam sua saída já havia pedido auxílio das Forças Armadas com a alegação de impedir que manifestantes pudessem invadir prédios públicos e ele mesmo também  fosse atingido. Após pressão de juristas e da base aliada teve uma atitude inesperada, menos de 24 horas depois revogou seu próprio decreto e liberou as tropas que deixam Brasília. Protestos contra as reformas e que pediam sua saída terminaram em pancadaria e quebra-quebra com invasão de ministérios. Juristas acham que o pedido fere os princípios democráticos e põem em risco as instituições, pois bastaria a Força Nacional mais preparada para resolver conflitos urbanos.
Em entrevista à Folha SP o presidente Michel Temer afirmou "Sou inocente não renuncio, se quiserem me derrubem". Em alguns trechos Temer se mostrou irritado com as perguntas e seu erro foi ter sido "muito ingênuo". A Ordem dos Advogados do Brasil-OAB resolveu após uma exaustiva reunião abrir pedido de impeachment do presidente por 25 votos contra 1. O Supremo Tribunal Federal vai abrir investigação sobre a conduta irregular do presidente Michel Temer que poderá levar à sua cassação. Vários deputados da base aliada abandonam o barco, é um salve-se quem puder.  Enquanto isso Temer ofereceu uma lauta feijoada para conseguir escapar da degola e obter apoio. Ele cometeu três crimes que vieram à tona no dia em que teve um encontro na calada da noite em sua residência com pessoa envolvida em vários delitos criminais. Ele vai ser julgado por corrupção, tentativa de obstruir a justiça e organização criminosa, ou seja formação de quadrilha.  De Norte a Sul, de Leste a Oeste milhões de manifestantes estão reunidos pedindo o impeachment do presidente Michel Temer e eleições diretas. Mesmo aconselhado a pedir renúncia por seus auxiliares depois de mais de oito horas a portas fechadas, Temer em pronunciamento feito à nação se diz inocente e afirma que não vai renunciar e sabe o que fez, embora as gravações demonstrem o contrário. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pelas redes sociais acredita que a renúncia é a única saída.
As gravações tornadas a público após terem sido publicadas no versão online de O Globo pelo jornalista Lauro Jardim incriminam Temer em conversas com o dono da Friboi Wesley Batista que parte delas teriam sido feitas em sua residência em que pede que seja mantida a polpuda mesada de R$ 500 mil ao ex-deputado Eduardo Cunha, que se encontra preso, para que ele não fizesse revelações comprometedoras e que Cunha ficasse de bico calado. Os ministros da Cultura Roberto Freire-PPS e Raul Jungmann vão pedir demissão, outros também podem abandonar o barco.
foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
Mesmo assim em discurso oficial o presidente se diz inocente "vítima de uma conspiração" e que não vai renunciar, o que surpreendeu a todos, visto a gravidade das gravações.  Não houve trabalhos nas duas casas do legislativo, mas os presidentes da Câmara Rodrigo Maia e Eunício de Oliveira do Senado estiveram reunidos com Michel Temer analisando a gravidade da situação e algum possível sortilégio para evitar a derrocada do projeto que em pouco mais de um ano colocou o país em uma crise jamais vista e deu uma impopularidade quase total com mais de 92% de rejeição e o apoio fechado de um grupo de políticos totalmente indiferentes aos ensaios populares. O que se comenta em Brasília é qual será o desdobramento da enorme crise e das consequências tanto da saída ou tanto da permanência do interino que talvez tenha ficado muito além do tempo previsto.  
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna