29 de mar de 2017

CICLOVIA FOI INTERDITADA E PODE DESABAR

FORTES RESSACAS AMEAÇAM CALÇADÃO DA PRAIA DA MACUMBA  
FAZ UM ANO QUE A CICLOVIA DESABOU E LAUDO DO CREA AFIRMA QUE OBRA FOI MAL FEITA
JUNTAS DE DILATAÇÃO CORROÍDAS, FALHAS DE CONCRETAGEM SÃO UM PERIGO PARA USUÁRIOS E OBRIGAM À INTERDIÇÃO DA CICLOVIA
O calçadão da Praia da Macumba, paraíso dos surfistas no Recreio dos Bandeirantes está sendo destruído pela força do mar. Quiosques desabaram e edifícios estão ameaçados devido às fortes ondas que tem deixado um rastro de destruição. Moradores que investiram todas suas economias estão sem lugar para morar à espera de um solução das autoridades.
 Fortes ressacas que ameaçaram a Ciclovia Tim Maia inaugurada em janeiro de 2016 como uma das obras do "legado olímpico" que continua com sério risco de desabar e repetir a tragédia de 21 de abril do ano passado que fez duas vítimas fatais. No feriado nacional morreram duas pessoas, um engenheiro e um morador da Rocinha e deixou a população perplexa com o risco de uma nova tragédia. Até agora os responsáveis pelas mortes não foram condenados. Os moradores de São Conrado, Rocinha e Vidigal, principais usuários da Ciclovia estão revoltados e pedem providências imediatas. Praia de São Conrado muito poluída e agora com a ciclovia novamente interditada os cariocas tem menos uma área de lazer em uma cidade que diz ter o turismo como sua indústria primordial.
Foto Alcyr Cavalcanti all rights reserved
 
O presidente do Conselho Regional de Arquitetura CREA-RJ Reynaldo de Barros afirmou que a obra "foi mal feita" e apontou vários erros que põem em risco a Ciclovia  pediu sua interdição imediata do trecho entre Leblon e São Conrado e uma verificação em toda a sua extensão para seu pleno funcionamento. A Ciclovia uma das obras do chamado Legado Olímpico custou aos cofres públicos mais de R$44 milhões e foi inaugurada no início de 2016 em uma grande festa em função da Olimpíada 2016. Conforme o laudo do CREA as juntas de dilatação em vários trechos estão corroídas, existem falhas de concretagem, rachaduras nos tabuleiros na parte que desabou e parte da obra apresenta acabamento irregular. As irregularidades podem causar novos desabamentos devido ás fortes ressacas que estão se iniciando e devem perdurar até meados de agosto com ondas de até quatro metros.
A Ciclovia que tem o nome do poeta Tim Maia que em sua música fala do "Leme ao Pontal", que seria o trajeto da obra. O que Tim Maia e os cariocas não contavam é que a imprevidência e a irresponsabilidade dos executores  fariam uma obra tão mal feita que desabou ao sabor das ondas e da força do mar e ao invés de muitas alegrias deixariam um legado olímpico fúnebre e de triste memória.
Postar um comentário

obras do pac

obras do pac
inicio de obras ao lado do ciep ayrton senna